Seguindo com as publicações de meus protótipos com o Arduino, hoje mostro o Luminolaser. Será nos mesmos moldes da última publicação, resumido e direto (ou seja, conhecimento prévio se fará necessário).

O objetivo do Luminolaser foi, principalmente, estudar o uso de Servo Motores e o controle sob eles. Sempre tentando criar algo um pouco além do simples exemplo, procurei fazer uma espécie de scanner de ambiente que identifica o ponto mais luminoso (eu só tinha um sensor de luminosidade – LDR – a disposição) e marca esse ponto com um laser pointer.

Posteriormente incrementei um pouco mais de modo que fosse possível controlar o laser através de um controle analógico.


Bem, vamos aos materiais usados:

  • Arduino “Brasileirino” (Duemilanove) ATMega328 [Arduino Uno];
  • Bateria recarregável de 9V [Deal Extreme];
  • Bateria de 4V de alta descarga para alimentar o módulo laser;
  • Bateria de 7,4V de alta descarga para os servos;
  • 2 Mini Servos Motores [Deal Extreme];
  • Módulo de laser vermelhor 5mW [Deal Extreme];
  • Botão de lanterna para mudar a função do protótipo [Deal Extreme];
  • Muitos fios conectores para protoboard [Deal Extreme];
  • Analógico do PSP [Deal Extreme];
  • LDR (sensor de luminosidade) [Wiki].
  • Transistor NPN Tip122 [Wiki];

Como pode-se notar, existem muitos componentes from China. Realmente acredito que valha a pena, principalmente quando não existe pressa para receber os produtos.

À esquemática:

Observem que, por não ter uma imagem do controle analógico para o Fritzing, acabei substituindo por 2 potenciômetros rotatórios… Até porque são equivalentes. Assim como o Led vermelho da imagem simboliza o módulo do laser.

E para simplificar a visualização, incluí apenas 1 servo motor na esquemática e separei os componente. Na versão final o laser e o LDR ficam juntos na ponta do segundo servo.

O botão incluí para alterar o modo de controle dos servos entre automático (busca o ponto mais luminoso do ambiente) e manual (permitindo o direcionamento do laser através do controle analógico).

Now it’s time to code!

Existem algumas melhorias para serem feitas no código, mas uma funcionalidade adicional que quero implementar é a capacidade de seguir. Imagino que seja possível fazer isso através de micro ajustes (ou micro buscas em uma área menor). Assim, teoricamente, seria possível seguir a fonte de luz mesmo se houver deslocamento da mesma. Além disso, pretendo trocar o sensor de luminosidade por um sensor de infra vermelho e, se funcionar como eu espero, poder detectar e seguir fontes de calor, como o corpo humano.

Bem, por fim vamos ao resultado final atual:

Por hora é só… Quando eu tiver tempo de dar um upgrade nesse protótipo, edito esse post para incluir as alterações.